Concessionária de Viracopos ‘sinaliza’ com processo de devolução, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse nesta sexta-feira, 13, que a concessionária de Viracopos está agora “sinalizando” com o processo de devolução. “Me parece que agora estão sinalizando com a devolução. A ficha está começando a cair, que bom”, comentou.

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas. No documento, a concessionária acusa a agência reguladora de “cercear” seu direito de defesa e ameaça ir à Justiça para buscar seus direitos.

Sobre o processo, o ministro afirmou que “as concessionárias brigam muito na Justiça”, mas que o poder público tem o “bom direito” ao seu lado. “O investidor percebeu que o Brasil caminhou na direção correta. A possibilidade de judicialização de Viracopos não afasta ninguém. Mostra que governo está correto O efeito lá fora é de confiança, é de que aqui a coisa é séria”, disse.

Infraero

Sobre o papel e o futuro da Infraero, o ministro voltou a comentar sobre o foco na aviação regional, e que a empresa tem um “rol de possibilidades” para atuar, podendo até mesmo entrar na administração da Base de Alcântara.

Tarcísio lembrou ainda da possibilidade de reorganização administrativa. “Estamos estudando a fusão de empresas”, disse. Recentemente, o ministro afirmou que as estatais do segmento de logística Valec, Infraero e EPL poderão ser unificadas e transformadas em uma única até o fim de 2020.

Mais notícias