MASSACRE EM SUZANO: Peritos já estão em escola que sofreu ataque

Os peritos que irão analisar toda a cena do crime que matou nove pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano em São Paulo, chegaram ao local por volta das 10h20, horário de MS. Algumas imagens que foram divulgadas pelas TVs mostraram os projéteis estavam no chão do pátio do colégio.

Em nota, a Prefeitura de Suzano informou que o Pronto Socorro Municipal já recebeu crianças com ferimentos leves e os feridos com maior gravidade estão sendo encaminhados ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, e ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba.

Das vítimas, 9 foram encaminhadas ao Hospital Santa Maria, 3 à Santa Casa, 2 ao Hospital Luzia de Pinho Mello, 2 ao Hospital Santana e 5 ao Hospital Santa Marcelina. Entre esses, há pessoas que passaram mal.

A professora Sandra Perez falou ao Estadão sobre o ataque. “Foi às 9h30. Ouvimos disparos. Estava na sala de aula, na hora do intervalo. Pensei que fossem bombas. Quando eu percebi que eram tiros fiquei lá. Só saí quando os policiais chegaram, 20 minutos depois”.

Mais notícias