Rapaz é preso por estupro virtual no Espírito Santo

A vítima, de 15 anos, é de Brasília

Um rapaz de 23 anos, suspeito de praticar crimes virtuais, foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal (). A prisão ocorreu em Alegre, no Espírito Santo, e o suspeito foi encaminhado ao após ter seu perfil na rede social rastreado pela polícia. Ele seduzia suas vítimas até que elas enviassem nudes. Depois, ameaçava divulgar as fotos se elas não mandassem imagens mais íntimas e se não se exibissem para ele na webcam.

As investigações foram feitas pela DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao ), na última terça-feira (07), depois de receberem denúncia de que uma vítima, com 15 anos de idade, estaria recebendo ameaças e sendo constrangida a enviar fotos sensuais ao suspeito.

Segundo a polícia, o jovem utilizava o codinome “Luiz Hitchoch/Snow” nas redes e, ao que tudo indica, podem existir mais vítimas além da . A delegada da DPCA, Ana Cristina Santiago, disse que o rapaz seduzia as vítimas até que elas mandassem nudes.

Depois das fotos serem enviadas, “Luiz” usava as fotos para ameaçar a vítima a mandar mais imagens e cada vez mais eróticas. Se a jovem não obedecesse, ele dizia que iria publicar as fotos na internet, a expondo. Além de enviar fotos constrangedoras, o rapaz obrigada a vítima a escrever seu codinome no corpo.

A polícia informou que o jovem também é investigado no sul do país, nos estados de Santa Catarina e Paraná, por crimes parecidos. Além disso, o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas dos EUA também detém denúncias contra o rapaz por possuir material pornográfico infantil.

A polícia apreendeu arquivos digitais na casa do suspeito para serem periciados. O nome verdadeiro de ‘Luiz’ não foi divulgado.

O Código de Processo Penal não específica o crime de virtual, contudo, “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que ele se pratique outro ato libidinoso” é crime prescrito na lei.

No caso da , ocorreu no momento em que ela foi ameaçada e constrangida a enviar fotos nuas, sensuais e eróticas ao suspeito. O rapaz utilizou-se do meio eletrônico para coagi-la ao ato.

Rapaz é preso por estupro virtual no Espírito Santo
Mais notícias