Policial federal que distribuiu cigarro apreendido aos grevistas é solto nesta tarde

Policial será investigado por peculato

Nesta terça-feira (29), a Polícia Federal (PF) no Paraná prendeu em flagrante o agente Fabricio Bassetti Moraes, após ter sido filmado distribuindo cigarros contrabandeados do Paraguai para os caminhoneiros em greve.

A PF informou que será feita investigação para apurar a conduta do agente, que pode ser enquadrada no crime de peculato. O policial foi encaminhado à Justiça Federal que, por meio do juiz João Paulo Ney dos Passos Martins, decidiu não manter a prisão do agente por falta de motivo justificável.

“O crime não foi praticado mediante violência ou grave ameaça à pessoa, tampouco é equiparado ao hediondo. Não há notícias de que o preso registre qualquer antecedente criminal”, afirmou em decisão.

O juiz Martins despachou a fim de que o agente seja solto com a condição de que cumpra medidas cautelares. Uma das medidas o proíbe de exercer as funções relacionadas “à guarda e transporte de bens apreendidos”, sem que haja necessidade de ser afastado das demais funções de polícia.

Policial federal que distribuiu cigarro apreendido aos grevistas é solto nesta tarde
Mais notícias