Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Morte de cachorro agredido por segurança gera revolta contra hipermercado

Funcionário teria envenenado e espancado um cachorro abandonado

Denúncias de que um segurança de um hipermercado Carrefour de Osasco, Grande São Paulo teria espancado e envenenado um cachorro abandonado na unidade gerou uma onda de protestos contra a empresa.

A morte do cachorro causou comoção social, ativistas, personalidades e ONGs de defesa animal convocam protestos e boicote à rede de supermercados após o caso.

Em entrevista ao Estadão Conteúdo, o ativista Rafael Leal, da ONG Cão Leal, afirma que uma manifestação está sendo convocada para o próximo sábado (08), o ativista também conta à agência que o cachorro era alimentado e cuidado por funcionários e clientes do local, mas que devido à uma vistoria, teriam pedido ao segurança que ‘sumisse’ com o animal.

“Lá chegando, ele deu a mortadela com o famoso chumbinho, veneno de rato, e além disso espancou o animal”, afirmou o ativista, de acordo com ele as agressões foram gravadas pelas câmeras de segurança e presenciada por testemunhas.

Na última terça-feira (04) o Carrefour emitiu uma nota de esclarecimento em suas redes sociais afirmando que o funcionário, de uma empresa terceirizada, foi afastado das atividades. A empresa ainda afirma que “não vai se eximir de sua responsabilidade”.

Nota de esclarecimento sobre o caso da Loja Osasco – SP

Posted by Carrefour on Tuesday, December 4, 2018

Redes Sociais

Nas redes sociais a morte do cachorro gerou revolta, usuários pedem justiça e boicote à rede, o assunto chegou a ser um dos mais citados no Twitter.

Famosos

Personalidades também repercutiram o caso, a apresentadora e ativista Luísa Mell publicou em seu Instagram um vídeo nesta terça-feira no qual aparece com um jurista e afirma que vai tomar as providências legais para o caso. A apresentadora e humorista Tatá Werneck  publicou um texto indignada com a situação em suas redes sociais.

View this post on Instagram

Como vcs devem estar acompanhando pelas notícias, um cachorro foi espancado e morto por um funcionário dentro do @carrefourbrasil. Quando vamos entrar na página e reclamar, eles enviam respostas prontas, copiadas e coladas , dizendo que repudiam esse ato. SE REPUDIAM mesmo, sugiro que agora aproveitem essa “chance” (não sei que palavra usar aqui) para assumirem uma responsabilidade pelo ato dentro de suas empresas. Se estão tão chocados quando nos, aproveitem essa crueldade para fazerem a diferença. Comecem a ajudar ONGs que cuidam de animais abandonados. Comecem a doar alimentos para cuidar desses bichos. Parem de dar respostas prontas e sejam “humanos” pelo menos agora. Eu fico imaginando que esse cachorro poderia estar na minha casa cuidado com Todo amor , como o Nino (que teve a perna arrancada) ou a Penélope (que cegaram) ou como meus 13 gatos de rua. Existem MUITAS pessoas cuidando de animais abandonados. Mas ainda sim são muitos que precisam. E aí @carrefourbrasil ? O que vão fazer? E nós? Vamos fazer algo juntos?

A post shared by Tata Werneck (@tatawerneck) on

 

 

Comentários
Carregando...