Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Brasil registra primeiro bebê nascido do transplante de útero com doadora falecida

Procedimento foi realizado inteiramente no Hospital das Clínicas da USP

Equipe médica brasileira, do Hospital das Clínicas da USP (Universidade de São Paulo), registra o primeiro bebê do mundo nascido após transplante de útero com doadora falecida. Caso foi publicado na revista “The Lancet”, nesta terça-feira (04).

Dani Ejzenberg, um dos médicos participantes do estudo e supervisor do Centro de Reprodução Humana do Hospital das Clínicas, ressaltou em entrevista ao G1 que toda a equipe que participou do procedimento é brasileira, e que o fato é inédito no mundo.

“Ficou confirmado como o primeiro caso do mundo, e, até onde sabemos, o único. As melhores equipes, os melhores hospitais do mundo tentaram. E foi aqui que conseguiu. É uma notícia muito positiva não só para a medicina, mas para o país como um todo, que tem tido uma agenda muito negativa nos últimos tempos”, afirmou Ejzenberg.

O procedimento teve início em 2016, quando uma paciente, de 32 anos, que nasceu sem útero, recebeu o órgão de uma doadora falecida. Até então o procedimento já havia sido realizado, mas nenhum bebê tinha nascido após o transplante.

Comentários
Carregando...