Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Amiga de Marielle, vereadora de Niterói recebeu ameaça de bomba

Ameaças recebidas por telefone

Única vereadora na Câmara Municipal de Niterói, Talíria Petrone, do PSOL, era amiga íntima de Marielle Franco. No final de 2017, a parlamentar foi alvo de ameaças recebidas por telefone na sede do partido na cidade.

Segundo a assessoria da vereadora, um homem ligou diversas vezes durante o dia 14 de novembro. Ao telefone, “xingou Talíria de vagabunda” e também “prometeu matá-la com uma bomba”.

De acordo com a equipe do partido, são guardadas inclusive latas de tinta na sede do PSOL para cobrir as corriqueiras pichações com palavras de ódio. “Nas redes, são cotidianos os xingamentos. Quando realizamos o evento PSOL Na Praça, é comum carros passando e esbravejando contra Talíria, dizendo que ‘só matando mesmo'”, conta uma assessora.

Talíria tem uma trajetória de atuação muito similar à da amiga Marielle, com foco na defesa das mulheres, dos negros e minorias. A denúncia de abusos policiais e de outros agentes de segurança também pautam a vida política da vereadora de Niterói. Segundo sua assessoria, providências em relação à segurança de Talíria estão sendo tomadas, após a tragédia envolvendo Marielle Franco.

Você pode gostar também