VÍDEO: Doria discute com manifestante que o chamou de ‘golpista’ em evento

Jovem gritou 'golpistas' durante um evento

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), discutiu nesta quarta-feira com um jovem que gritou "golpistas" durante um evento de entrega de unidades habitacionais em Grajaú, na zona sul de São Paulo. No momento da discussão, Doria discursava ao lado do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB) — responsável pelo voto que definiu o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.

Na cerimônia, foram entregues 1.888 apartamentos do loteamento América do Sul, erguido com recursos do programa federal Minha Casa Minha Vida, que beneficiará 4.752 pessoas na região. O investimento total na construção é de R$ 118,3 milhões — sendo R$ 28 milhões do Estado e R$ 90,3 milhões da União. A obra levou quatro anos para ser concluída.

Quando Doria exaltava a "força das mulheres", o discurso foi interrompido pelo manifestante, que gritou o nome de Dilma Rousseff e chamou as autoridades presentes de "golpistas". O jovem afirmou que a obra entregue por Doria era da ex-presidente e do ex-prefeito petista Fernando Haddad. No palco, Doria rebateu e disse que golpista "é aquele que rouba dinheiro público". O prefeito também afirmou que o manifestante estava "estragando a festa das famílias" e o mandou ir embora.

 

 

 

 

VÍDEO: Doria discute com manifestante que o chamou de 'golpista' em evento
Mais notícias