Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Reitor da UFSC é preso pela PF por desvio de R$ 80 milhões em recursos

Valores seriam destinados para bolsas de EaD

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (14) o reitor da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Luís Carlos Cancellier de Olivo, por suspeita de participar de um esquema que teria desviado cerca de R$ 80 milhões em recursos para cursos de Ead (Educação à Distância).

A Operação, batizada de Ouvidos Moucos, foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, com apoio da CGU (Controladoria Geral da União) e TCU (Tribunal de Contas da União). Sete pessoas públicas devem ser afastadas das funções que exercem.

Cerca de 105 policiais federais participam da Operação para desarticular a suposta organização criminosa. Os agentes cumprem 16 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão temporária e cinco mandados de condução coercitiva.

As investigações começaram a partir de suspeitas de desvio no uso de recursos públicos destinados aos cursos de Educação à Distância, oferecidos por meio do programa UAB (Universidade Aberta do Brasil), criado em 2006, com o objetivo de capacitar professores da rede pública em regiões afastadas e carentes. 

Professores da UFSC, empresários e instituições parceiras teriam atuado para desviar valores de bolsas e verbas de custeio, repassando os recursos para pessoas que não tinham nenhum vínculo com a Universidade. O total desviado teria chegado a R$ 80 milhões.

Segundo a Polícia Federal, foram concedidas bolsas de tutoria até mesmo a pessoas sem vínculo com as atividades de docência superior, incluindo parentes de professores que participavam das aulas de EaD. Empresas de fachada também teriam sido beneficiadas em casos de direcionamento de licitação, para locação de veículos e prestação de serviço.

A UFSC é considerada uma das 10 melhores do Brasil, com cerca de 40 mil alunos e 1.500 professores. A assessoria de imprensa da reitoria declarou que estão “todos surpresos” com a prisão do reitor, e que uma reunião do colegiado da instituição foi convocada nesta quinta para definir novos passos.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...