Prefeito de São Paulo diz que grevista “é preguiçoso que acorda tarde”

“Se quiserem bloquear minha saída, acordem mais cedo”, disse Dória

“Eu acordo cedo e trabalho. Eu não sou grevista que dorme, é preguiçoso e acorda tarde. Eu não sou Jaiminho, não”. A afirmação é do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), ao ser questionado sobre as manifestações marcadas para esta sexta-feira (28) em frente à sua casa.

O prefeito disse que não foi afetado pelas manifestações, que pretendiam barrar a saída do tucano. “Se quiserem bloquear minha saída, acordem mais cedo”, completou.

Dória deu entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, periódico paulista, nesta sexta, e voltou a criticar as manifestações na capital e aqueles que promovem as paralisações.

“Neste confronto, só a população que trabalha, que é honesta é quem perde. Quem não é sindicalista, sem querer generalizar. Quem promove a greve são aqueles que fazem política partidária ideológica em função própria”, afirmou.

Dória garantiu que os pontos dos funcionários que aderirem à greve serão cortados e que os sindicatos paralisados pagarão multas, por determinação dajustiça.

“Hoje não dá para ter rigor com o horário, haverá absoluta tolerância em situações de atraso. Não vamos desconsiderar o direito de receberem seus salários. Agora, quem não vier trabalhar durante o dia inteiro terá seu dia descontado”, explicou Dória.

O prefeito aconselhou os paulistas a irem para seus trabalhos da melhor forma que encontrarem. “Recomendamos o uso de táxi, aplicativos, carona solidária”, disse.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Prefeito de São Paulo diz que grevista "é preguiçoso que acorda tarde"
Mais notícias