Prefeito de São Paulo acumula multas de trânsito e teve CNH suspensa

João Dória cometeu cinco infrações sete meses

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), que venceu as eleições do município com o slogan “Acelera SP”, passou dois meses impedido de dirigir por acumular mais de 20 pontos na carteira, após uma série de infrações.

Dória cometeu cinco infrações de trânsito, quatro delas consideradas médias e uma gravíssima, que levaram a suspensão do seu direito de conduzir veículos entre os dias 13 de janeiro e 12 de março.

Apesar do prazo da suspensão já ter expirado, o prefeito continua impedido de dirigir, já que ainda não participou do curso de reciclagem exigido para recuperar sua habilitação, segundo a Folha de S. Paulo.

As multas ocorreram entre novembro de 2014 e junho de 2015. Três das infrações são por excesso de velocidade (até 20% a mais que a permitida), uma delas por manobra irregular e uma última por avançar no sinal vermelho, considerada gravíssima.Prefeito de São Paulo acumula multas de trânsito e teve CNH suspensa

Dória foi eleito fazendo críticas durante a campanha à “indústria das multas de trânsito” da gestão de seu opositor político, Fernando Haddad (PT).

Após assumir como prefeito, o tucano aumentou o limite de velocidade permitido nas marginais de São Paulo, Tietê e Pinheiros. O número de vítimas fatais de acidentes cresceu após essa mudança.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Prefeito de São Paulo acumula multas de trânsito e teve CNH suspensa
Mais notícias