PF investiga esquema que lavou R$ 200 milhões entre Brasil e Venezuela

Empresas brasileiras teriam repassado recursos do país para o exterior

A Polícia Federal deflagrou uma operação na manhã desta segunda-feira (11) para desarticular um suposto esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado cerca de R$ 200 milhões, entre 2010 a 2014, com a exportação de máquinas e implementos Agrícolas do Brasil para a .

A operação cumpre mandados no Rio Grande do Sul e em São Paulo, de acordo com nota da Polícia Federal. As investigações tiveram como ponto de partida procedimentos de fiscalização da Receita Federal.

De acordo com os investigadores, empresas com sede na , inclusive uma estatal, remeteram valores “vultuosos” ao Brasil para a compra de equipamentos agrícolas, mas parte do dinheiro, ao invés de ir para os fabricantes e fornecedores, era enviado para o exterior.PF investiga esquema que lavou R$ 200 milhões entre Brasil e Venezuela

“Algumas dessas transferências tiveram como beneficiárias pessoas jurídicas sediadas em paraísos fiscais. Parte dos recursos remetidos da estatal venezuelana para o Brasil seria fruto de crime”, disse a Polícia Federal em nota.

Os mandados judiciais estão sendo cumpridos nas cidades gaúchas de Porto Alegre, Canoas, Passo Fundo e Erechim. Já em São Paulo, são cumpridos mandados na capital e em Americana. A operação, batizada de Conexão , também tem seis alvos de condução coercitiva.

PF investiga esquema que lavou R$ 200 milhões entre Brasil e Venezuela
Mais notícias