Inglesa é assassinada em rio Solimões e polícia prende suspeitos

Criminosos tentavam vender equipamentos de britânica

Uma mulher inglesa que descia o rio Amazonas em um caiaque foi assassinada perto do município de Coari, nesta terça-feira (19). A polícia prendeu três suspeitos do crime, entre eles, um adolescente.

Emma Kelty, 43 anos, era diretora de escola na Inglaterra e era apaixonada pelo turismo de aventura, tendo já viajado para o Polo Sul. Agora, descer o curso superior do rio Solimões até a foz era seu objetivo.

Na última quarta-feira (13), Kelty tinha deixado seu último registro nas redes sociais, em que dizia ter passado por “três lugares adoráveis”. Antes disso, a estrangeira disse ter visto 30 a 50 homens “armados com rifles e flechas” em barcos.

As autoridades disseram ter pego um jovem de 17 anos que confessou ter participado do assassinato da britânica. Segundo o jovem, sete pessoas teriam tido participação no crime.Inglesa é assassinada em rio Solimões e polícia prende suspeitos

“O adolescente informou que a britânica foi atingida por dois tiros de espingarda calibre 20, com o cano serrado, e depois os infratores jogaram o corpo da mulher no Rio Solimões”, informou a polícia de Coari em nota.

Os criminosos tentaram vender dois celulares, um tablet e uma câmera que pertenciam à Kelty na cidade de Codajás, à 100 km de Coari. Três deles foram presos no ato, enquanto os outros quatro estão foragidos.

Inglesa é assassinada em rio Solimões e polícia prende suspeitos
Mais notícias