Suspeita de bomba mobiliza esquadrão e cães farejadores em Copacabana

Mochila tinha roupas

As forças de segurança do Rio de Janeiro detonaram na tarde deste sábado um artefato suspeito nas proximidades da praia de Copacabana. Ele permaneceu por lá desde o meio dia e só às 13h o esquadrão antibombas junto com cães farejadores apareceram no local.

Segundo informações confirmadas pela reportagem do ESPN.com.br com a Inteligência e a Secretaria de Grandes Eventos, a mochila estava realmente abandonada.

As forças de segurança, então, foram acionadas, chegarem ao local e realizaram o procedimento padrão: detonar com um equipamento que não usa explosivo. Faz um estouro, mas não tem explosivo.

Ao término da detonação, os policiais verificaram que havia apenas roupas dentro da mochila.

A situação agora está toda sob controle e não foi necessária a evacuação da praia, mas por alguns minutos, houve correria e um princípio de confusão.

A operação não afetou nem afetará o prosseguimento normal da Olimpíada, que terminará no dia 21 de agosto.

Suspeita de bomba mobiliza esquadrão e cães farejadores em Copacabana
Mais notícias