Volkswagen do Brasil atinge a marca de 20 milhões de motores produzidos

A qualidade dos processos e motores fazem com que, além do mercado interno, produza motores e componentes para outros mercados.

Uma marca histórica acaba de ser alcançada pela Volkswagen do Brasil:  20 milhões de motores produzidos. O motor 1.4 TSI da família EA211, de 150cv, que equipa o Polo e Virtus GTS, dentre outros modelos da marca, foi o que representou essa conquista. Do total, 12 milhões de motores foram fabricados na unidade de São Carlos. As atividades foram iniciadas em 1996.

Na unidade Anchieta foram produzidos 8 milhões no período de 1974 a 2012. Com tecnologia de ponta e alinhada aos padrões mundiais dos carros da VW, a fábrica de São Carlos foi eleita em 2019 a mais eficiente dentre as unidades de componentes do Grupo Volkswagen.

A qualidade dos processos e motores fazem com que, além do mercado interno, produza motores e componentes para outros mercados. A montadora envia para o México,  desde 2017, motores 1.4 TSI que equipam modelos como o Jetta e Tiguan, para atender o exigente mercado norte-americano.

 

Mercado da Alemanha  

A fábrica também já exportou, para a unidade de Chemnitz, na Alemanha, componentes como bloco de motor, cabeçote e virabrequim. As versões 1.0l TSI; 1.4lTSI e 1.6l MPI são usadas nos modelos SUV da Volkswagen.

A fábrica de São Carlos é responsável atualmente pela produção dos propulsores da família EA211 nas versões 1.0l MPI, 1.6l MPI, 1.0l TSI e 1.4l TSI, que equipam os modelos TCross, Polo, Virtus, up!, cross up!, Gol, Voyage, Saveiro Cross, Jetta, Tiguan e Audi A3. 

Acidente de Trânsito