Asteroide que viaja a mais de 120 mil km/h irá passar próximo à Terra, diz Nasa

Não há risco de colisão com o nosso planeta

A Nasa informou nesta semana que um asteroide irá passar próximo à Terra no dia 4 de fevereiro de 2018. A velocidade de aproximação do objeto, que tem algo próximo a 1 km de diâmetro, é de 34 quilômetros por segundo, ou seja, mais de 120 mil quilômetros por hora.

Apesar dos dados astronômicos, a população terrestre não tem nada a temer. O ponto mais próximo ao planeta pelo qual o corpo celeste vai passar, ele não estará mais perto que 10 vezes a distância entre a Terra e a Lua, cerca de 4,2 milhões de quilômetros.

O asteroide, que foi nomeado como 2002 AJ129, é classificado como de tamanho intermediário. Ele mede algo entre 0,5 km 1,2 km. Foi descoberto em 15 de janeiro de 2002 pelo projeto de rastreamento de asteróides da Near Earth, patrocinado pela NASA, no Maui Space Surveillance Site em Haleakala, no Havaí.

Segundo a Nasa, embora ele seja considerado como um Asteróide Potencialmente Perigoso, não há risco de colisão com o nosso planeta em “um futuro previsível”. A velocidade cuja o asteroide vai atingir ao passar pela Terra, deve-se à sua órbita, que se aproxima muito do Sol – 18 milhões de quilômetros.

“Nós acompanhamos esse asteróide há mais de 14 anos e conhecemos sua órbita com muita precisão”, disse Paul Chodas, gerente do Centro de Estudos de Objetos da Terra da NASA no JPL (Jet Propulsion Laboratory), em Pasadena, na Califórnia. “Nossos cálculos indicam que o asteróide 2002 AJ129 não tem chance ‘zero’ de colidir com a Terra em 4 de fevereiro ou a qualquer momento nos próximos 100 anos”.

JPL hospeda o Centro de Estudos de Objetos da Terra para o Programa de Observações de Objetos da Terra da NASA, que faz parte do Escritório de Coordenação de Defesa Planetária dentro da Direção da Missão de Ciência da agência.

AsteroideAsteroidenasaNasa