Mandetta falta em reunião da OMS sobre coronavírus

Outros 50 ministros da saúde do mundo todo participaram da reunião

Nesta sexta-feira (26), a OMS (Organização Mundial da Saúde) realizou uma reunião com 50 ministros da saúde de vários países para discutir a atual pandemia do coronavírus. O ministro da Saúde do Brasil, Henrique Mandetta, não compareceu ao encontro virtual.

Países gravemente afetados pelo Covid-19, o novo coronavírus, como China, Coreia do Sul, Estados Unidos e França, estiveram presentes na reunião. O encontro virtual durou cerca de duas horas e teve como tema principal os próximos passos que devem ser tomados para contenção da pandemia.

Questionado pela ausência do ministro brasileiro, o Ministério da Saúde informou, ao portal da Uol, que Mandetta estaria na Presidência da República. Nenhum detalhe ou informação adicional foi dada sobre o assunto.

“Precisamos fazer mais”

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse durante a reunião que as medidas de contenção adotadas até o momento, como o isolamento social, não são as únicas que devem ser utilizadas pelos países. “Muitos de seus países impuseram restrições sociais e econômicas drásticas, fechando escolas e empresas e pedindo às pessoas que ficassem em casa. Essas medidas tirarão parte do calor da epidemia, mas não a extinguirão”, disse.

Segundo Tedros, também é preciso investir na infraestrutura para melhor mapeamento dos casos. “Precisamos fazer mais. Devemos construir, expandir, treinar e implantar imediatamente profissionais de saúde para encontrar, testar, isolar e tratar todos os casos e rastrear todos os contatos. Isso não é uma opção, é uma obrigação”.

Com agências internacionais.