Ex-secretária de Bernal, Ritva Vieira deixa o PP e também vai para o MDB

Ela e a vereadora Dharleng Campos migraram para o partido

A advogada Ritva Vieira, que foi secretária municipal da Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos) na gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) deixou o Partido Progressista e se filiou na segunda-feira (9) ao MDB. O anúncio foi feito pelo ex-governador André Puccinelli via redes sociais.

A ex-secretária acompanha a vereadora Dharleng Campos, que também atuou como secretária de Desenvolvimento Econômico na gestão Bernal, ao partido. Com isso, o PP perde duas mulheres na sigla que poderiam concorrer para na disputa eleitoral.

Presidente regional do PP, o deputado estadual Evander Vendramini minimizou a saída da vereadora com mandato. afirmando que o partido ‘agora fica mais atraente’. Isso porque o partido acredita que ficaria mais difícil reeleger três vereadores em Campo Grande.

Em janeiro de 2017, Ritva foi exonerada da direção da Agereg e substituída por Vinícius Leita Campos. Dias depois ela entrou com ação para retomar a função, alegando ilegalidade em sua saída do Executivo. O Município contestou as afirmações explicando manobra feita para mantê-la na função.

Em análise do caso, o juiz Alexandre Tsuyoshi Ito deferiu o pedido determinando retorno imediato da aliada de Bernal. Marquinhos, por sua vez, entrou com recurso contra decisão e o TJ-MS concedeu a suspensão.

 

 

Alcides Bernaleleições 2020MDBPP