Câmara de Campo Grande aprova moção de pesar pela morte de Roberto Orro, ex-deputado

Pai do deputado Felipe Orro (PSDB), ex-parlamentar faleceu aos 83 anos

A Câmara Municipal de Campo Grande aprovou moção de pesar destinada aos familiares de Roberto Orro, que morreu na segunda-feira (23) aos 83 anos. Pai do deputado estadual Felipe Orro (PSDB), Roberto já foi parlamentar e secretário de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Durante a sessão desta terça-feira (24), o vereador Wellington de Oliveira (PSDB) apresentou o documento de homenagem e afirmou que se trata de ‘um momento de dor para todos’. Como outros parlamentares também manifestaram pesar, a moção foi assinada por todos da Casa de Leis.

Roberto Orro participou da promulgação da 1ª Constituição Estadual, em 13 de junho de 1979, e recebeu homenagem em 2019, durante evento dos 40 anos da Carta Constituinte. Nesta terça-feira, o Governo de MS decretou luto oficial por três dias pelo falecimento.

Histórico

Advogado, Orro é pai do deputado estadual Felipe Orro (PSDB). Ele iniciou a carreira política como vereador em Aquidauana, sendo eleito para a 1ª legislatura da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), cumprindo mais três mandatos parlamentares.

Foi eleito segundo suplente do senador Saldanha Derzi em 1986, pelo então PMDB. No ano seguinte, assumiu o comando da Secretaria de Estado de Justiça, no governo de Marcelo Miranda Soares. O parlamentar presidiu a Assembleia Legislativa de 1995 a 1997. Concluiu seu quarto mandato em 2007.

Segundo a Casa de Leis, a causa da morte foi uma hipertensão craniana. Orro lutava há alguns anos contra alguns problemas de saúde e foi internado várias vezes nos últimos meses.

AdvogadoAlemsAssembleia LegislativaCâmara MunicipalCâmara Municipal de Campo GrandeDeputado EstadualFalecimentoFelipe OrroHomenagemMato Grosso do SulPSDB