MS bate recorde em exportações e Reinaldo comemora movimentação de R$5,6 bilhões

Balança comercial fechou ano com 2,9 bilhões

Com aumento de R$ 18,97% em relação a 2017, Mato Grosso do Sul bateu recorde nas exportações e movimentou R$ 5,6 bilhões, em 2018. O alto desempenho, que representa o maior valor alcançado na série histórica, ocorre, segundo o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), graças ao uso de ferramentas tecnológicas no agronegócio.

Para fortalecer pesquisas no setor produtivo e garantir aumento de produtividade, Reinaldo autorizou, durante a feira agropecuária Showtec, em Maracaju, transferência de R$1,6 milhão para a Fundação MS.

Você aumenta a produtividade, dá uma estabilidade produtiva, principalmente na segurança das pesquisas e das variedades, adubação, correção de solo, plantio direto, e isso faz o Estado ser competitivo. É um ganho para toda a sociedade”, justificou.

O alto desempenho do setor produtivo rendeu superávit de R$ 2,9 bilhões a balança comercial sul-mato-grossense, segundo números do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Desse montante, 34% é oriundo da Soja, 33% da celulose, 9,7% da carne bovina, 4,8% do frango, 3,1% da cana de açúcar e 1,5% do milho, segundo dados divulgados pelo Governo Estadual.

Levantamento do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), agora comandado pela deputada federal licenciada Tereza Cristina (DEM-MS), coloca 12 municípios na lista dos 100 maiores produtores do agronegócio brasileiro. O destaque vai para Maracaju, na 15ª posição, com crescimento de R$12,81%, entre 2014 e 2016.

*Com informações do Governo

 

agronegócioExportaçõessoja