VÍDEO: Revoltado com cancelamento de corrida, motorista atira pedra em casa de passageiro

Moradora da Vila Jacy, em Campo Grande, passou por um susto no início da noite do último domingo (17), após a cunhada solicitar uma corrida de motorista de aplicativo. A mulher decidiu cancelar, mas o motorista não gostou muito. Acabou jogando uma pedra no portão da residência. Tudo foi filmado pelas câmeras de segurança da […]

Dayene Paz Publicado em 19/01/2021, às 11h35 - Atualizado em 20/01/2021, às 07h42

Homem atingiu portão com pedra. Imagem: Divulgação - Homem atingiu portão com pedra. Imagem: Divulgação
Moradora da Vila Jacy conta que ficou assustada com situação, registrou boletim de ocorrência e denunciou caso nas redes sociais

Moradora da Vila Jacy, em Campo Grande, passou por um susto no início da noite do último domingo (17), após a cunhada solicitar uma corrida de motorista de aplicativo. A mulher decidiu cancelar, mas o motorista não gostou muito. Acabou jogando uma pedra no portão da residência. Tudo foi filmado pelas câmeras de segurança da casa. A identidade da moradora será preservada pela reportagem.

A moradora conta que já denunciou o caso as autoridades e também publicou o fato no grupo do Facebook “Aonde não ir em Campo Grande”. Ela contou para a reportagem do jornal Midiamax que estava em casa no domingo, acompanhada da família, quando a cunhada decidiu ir embora e chamou uma corrida por aplicativo.

“Deu umas 17h da tarde ela falou que ia embora e chamou o motorista de aplicativo. O motorista aceitou a corrida, aí meu irmão falou para ela esperar um pouco que estava assistindo filme, então ela decidiu cancelar a corrida. Não tinha dado nem cinco minutos que tinha pedido”, conta a dona da residência.

Acreditando que estava tudo tranquilo, porque fez o cancelamento dentro de um curto tempo, a família voltou a assistir o filme. No entanto, minutos depois, a moradora ouviu uma pedrada no portão. “Foi um barulho bem alto e saímos correndo para fora, quando vi a pedra no chão”, explica.

A moradora então decidiu olhar as imagens de câmeras de segurança. “Até então a gente não sabia que era o motorista do aplicativo que tinha feito isso”, diz. Ao ver as imagens, constatou que se tratava do carro do motorista de aplicativo. “Minha cunhada entrou no aplicativo e viu que era o mesmo carro”.

A mulher conta que ficou assustada com a situação. “Nem foi o dano do portão, porque é dano material, a gente corre atrás, batalha e arruma. O que me assustou foi a situação”, destaca. Ela conta que já fez boletim de ocorrência online e a cunhada, que solicitou a corrida, também já denunciou a situação para a empresa a qual o motorista presta serviço.

Motorista de Aplicativo polic1 Corrida