Travestis são presas após agredirem e depredarem carro de motorista de aplicativo

Vítima desceu do carro para fugir, mas acabou agredida a chutes pelas travestis

Três travestis foram presas nesta terça-feira (24) em Campo Grande, na Avenida Duque de Caxias após espancarem e depredarem o carro de um motorista de aplicativo. A vítima tentou fugir correndo, mas acabou sendo agredida a chutes pelo trio.

O motorista contou que por volta das 4 horas da madrugada de terça (24) havia aceitado uma corrida perto da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e ao chegar ao ver que eram travestis resolveu concluir a corrida para não ser chamado de homofóbico, mas durante o trajeto elas teriam começado a fazer baderna dentro do veículo Onix da vítima.

Sendo que no meio da corrida, uma teria perguntado a outra travesti se “Vocês estão comigo?”, e neste momento uma delas aplicou um golpe de mata leão no motorista, que parou o carro e desceu correndo. Mas, acabou alcançado sendo agredido a chutes pelas travestis, que subiram no teto do carro e começaram a pular.

Elas ainda quebraram as janelas e danificaram a lataria do carro. Também roubaram objetos que estavam no veículo. A polícia foi acionada e todas foram presas e levadas para a delegacia. As travestis passam por audiência de custódia nesta quarta-feira (25).

Audiência de CustódiaAvenida Duque de CaxiasCorridaGolpeMato Grosso do SulMotorista de AplicativotravestiUFMSUniversidade