Mestre de capoeira é investigado por abusar de aluno em Campo Grande

Caso é apurado em sigilo pela DEPCA

Mestre de capoeira é investigado pela DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) por abusar de um de seus alunos. O caso veio à tona no mês passado, quando o rapaz, hoje com 22 anos, decidiu relatar os fatos ocorridos quando ele tinha 16 anos.  O detalhe é que há quatro anos o suspeito já havia sido denunciado pelo mesmo crime, contra outro jovem, e chegou a ser condenado.

De acordo com a delegada Franciele Candotti Santana, é possível que a vítima tenha tomado coragem para denunciar o ocorrido só agora, pois como adulto, entendeu a gravidade dos atos. Segundo o rapaz, tudo ocorria na casa do professor. Semanalmente, grupo de alunos se reunia para dormir na residência do investigado.

Lá eram realizados atos libidinosos por parte do mestre com os adolescentes, conforme explicado pela vítima à delegada. Por este motivo, foi instaurado inquérito policial para apurar a conduta do professor de capoeira. Como toda investigação do tipo, o caso será conduzido em sigilo.

depcadest1