Com federalização de rodovia, PRF começa a fiscalizar antiga MS-276 em contêiner

Base da PMR será realocada para a MS-134, entre Nova Andradina e Batayporã

Com a federalização da MS-276, que corta o Vale do Ivinhema, no sul de Mato Grosso do Sul, a PMR (Polícia Militar Rodoviária) deixará sua base operacional na rodovia, que passará a ser fiscalizada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). A mudança ocorrerá a partir de 1º de outubro, conforme informações do Jornal da Nova.

Ao todo, 15 trechos da antiga MS-276 foram federalizados, totalizando 174,9 km. A medida atingiu diretamente a região do Vale do Ivinhema, principalmente por conta do trecho que liga Nova Andradina a Ivinhema e que voltará a ser reconhecido como BR-376.

Agora, até a próxima quarta-feira (30), a PMR de Amandina vai ser transferida para a base operacional do Vale do Ivinhema, que fica entre Nova Andradina e Batayporã (MS-134).

Hoje, a BR-376 é uma via importante para acesso às cidades do cone sul do Estado, como Dourados, Naviraí, entre outros municípios de fronteira. O policiamento passará a ser de responsabilidade do governo federal, com subordinação à Unidade Operacional de Dourados.

A base de Amandina, com o fechamento no dia 30, deve ficar fechada para reforma, o prazo ainda não foi estipulado, mas a PRF vai tomar posse no dia 1º de outubro, sem deixar o trecho desguarnecido, conforme adiantou o chefe da PRF de Dourados, Waldir Brasil do Nascimento Júnior. “Os usuários da via não serão prejudicados, os agentes trabalharão provisoriamente em containers”, disse.

Governo FederalMato Grosso do SulMS-134MS-276PMRPolícia MilitarPRF