Ofensiva paraguaia contra Minotauro apreende blindados e armas usados em ações do PCC

Operação na região de fronteira com Mato Grosso do Sul achou 25 veículos prontos para ataques e armamentos

Durante a operação deflagrada nesta quinta-feira (7), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Paraguai, contra o grupo do narcotraficante Sérgio de Arruda Quintiliano, de 36 anos, o ‘Minotauro’, carros blindados que seriam usados em assaltos e execuções foram aprendidos pela polícia paraguaia.

Em uma casa de luxo de um dos integrantes do grupo de ‘Minotauro’, a polícia encontrou uma espécie de oficina onde veículos eram preparados para serem usados em assaltos e assassinatos, um total de 25 carros blindados foram apreendidos. Até o fim da manhã desta quinta (7) 14 pessoas ligadas ao grupo de Sérgio foram presas.

A maioria dos presos eram brasileiros e ligados a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que tem como aliado ‘Minotauro’, segundo o site ABC Color. Pistolas também foram apreendidas pelos policiais.

A carga de duas toneladas de cocaína apreendida, na noite desta quarta-feira (6), em dois veículos na cidade Yby Yaú no departamento de Concepción no Paraguai seria do narcotraficante Sérgio de Arruda Quintiliano, de 36 anos. ‘Minotauro’ foi preso na última segunda-feira (4), em Santa Catarina.

A carga teria vindo da Bolívia ou Peru. Três pessoas foram presas, entre elas uma mulher de 21 anos. Foram detidos Panfilo Barrios, de 35 anos, Mario Ramón Ibáñez López de 26 anos, e Sandra Zunilda Coronel Diana.

 

minotauropcc