Campo-grandense é autuado em R$ 18 mil por desmatar 60 hectares em fazenda de MS

Em operação denominada como Cervo-do-Pantanal, realizada na tarde desta sexta-feira (12), a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Jardim, distante a 236 quilômetros de Campo Grande, localizou por meio de imagens de satélite, cerca de 60 hectares destruídos em uma propriedade rural na cidade de Nioaque.

Na verificação para conferir a medida do desmatamento, os policias usaram um GPS e ficou verificado que haviam os 60 hectares destruídos há algum tempo. A madeira resultante da atividade ilegal não estava no local e já havia pastagem na área.

O autor do desmatamento é um senhor, de 66 anos residente de Campo Grande e que não possuía autorização ambiental para tal atividade. Os policias autuaram e multaram o autor em R$ 17.958,00. Além da multa, ele responderá por crime ambiental e poderá pegar uma pena de três a seis meses de detenção.

Além disso, ele foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

autuaçãodesmatamentohectaresPMA