Companhia oferece voos de mentira para passageiros que estão com saudades de viajar

Cerca de 7 mil pessoas se inscreveram para viajar pela companhia

Essa é uma notícia muito boa pra quem gosta de viajar e está sofrendo com o lockdown. Um aeroporto de Taiwan apresentou uma solução – um itinerário de mentirinha, no qual você faz o check-in (isso é de verdade), passa pelo controle de segurança do passaporte e até embarca na aeronave. Porém, o avião não deixa o solo.

Conforme informou o G1, o aeroporto de Songshan, no centro de Taipei, começou a oferecer esse serviço aos viajantes na quinta-feira (2). O primeiro voo fake contou com 60 passageiros, cerca de 7 mil pessoas se inscreveram para participar dos próximos. Eles acontecerão nas semanas seguintes.

Os passageiros receberam cartões de embarque e passaram pela segurança e imigração antes de embarcar em um Airbus A330 da maior companhia aérea de Taiwan, a China Airlines, onde comissários de bordo conversaram com eles e explicaram os métodos de prevenção ao coronavírus.

O aeroporto está usando o evento como uma oportunidade de publicidade para mostrar reformas que foram concluídas enquanto os passageiros ficaram longe.

Songshan geralmente tem voos para Tóquio, Seul e várias cidades chinesas, e também é um importante hub doméstico.

Taiwan emergiu relativamente incólume da pandemia graças a medidas de prevenção precoces e eficazes, mas fechou suas fronteiras em grande parte desde meados de março e aconselhou seus cidadãos contra todas as viagens ao exterior, a menos que seja absolutamente necessário.

Enquanto alguns voos internacionais continuam, o número de passageiros caiu quase 64% nos primeiros cinco meses de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o governo.

Ainda assim, em um ponto positivo, as viagens internas estão crescendo.

As duas principais companhias aéreas domésticas de Taiwan – a Mandarin Airlines, da China Airlines, e a Uni Air da Eva Air – ampliaram sua capacidade durante o verão para as ilhas costeiras e para a costa leste de Taiwan.

ChinaCoronavírusImigraçãolockdownPandemiaTaiwanTóquioVerãoViagemvoovoos