6 erros fatais que podem danificar os cabelos crespos

Se não cometer esses erros, a chapinha não será sua única solução

Grande parte das mulheres brasileiras possuem cabelos crespos, cacheados ou encaracolados, mas, por causa dos padrões europeus de beleza impostos por anos pela indústria da beleza, não sabem como cuidar das suas madeixas da maneria correta e exaltar sua beleza natural. A primeira solução, às vezes até precoce durante a infância ou adolescência, é recorrer às químicas para alisar o cabelo, mas que podem levar a danos irreversíveis.

Depois, para voltar ao natural, a transição (esperar que todo o cabelo volte ao natural cortando o alisamento aos poucos) ou o corte “joãozinho” são algumas das opções para recomeçar. Para não cometer esse mesmo erro, separamos algumas dicas que tem resultados significativos na rotina de toda crespa e que vão te ajudar na hora de definir os cachos e se orgulhar do cabelo natural, sem dores. Confira:

1 – Pentear os cabelos secos

Não cometa esse erro de principiante, o cabelo crespo não pode ser penteado a seco. O correto é fazer isso sempre na hora do banho, com os cabelos molhados, de preferência ao utilizar o condicionador. Quando usar o produto, desembarace o cabelo todo com pente de dentes largos. Para finalizar, o ideal é utilizar os dedos o mais levemente possível para não perder a texturização.

2 – Falta de hidratação

Por ser mais poroso, o cabelo crespo e cacheado depende mais da hidratação do que os outros tipos de cabelo. Devido ao seu formato, é mas difícil que os óleos naturais do couro cabeludo cheguem às pontas do cabelo, o tornando mais frágil e quebradiço. Procure entender as necessidades de seu fio e hidrate, nutra ou reconstrua pelo menos 1 vez na semana para ter fios saudáveis e fortes

3 – Não usar produtos específicos

Cada cabelo tem sua peculiaridade. O cabelo crespo é mais seco que os demais fios, por isso use produtos indicados para hidratar cabelo crespo. Use produtos que contenham óleo na composição, que é um elemento nutritivo. Os definidores de cachos também são grandes aliados na hora da finalização. Basta fazer o teste: utilize um creme para pentear tradicional para todos tipos de cabelos, e depois outro para cabelos crespos e cacheados e verá a diferença notável.

4 – Falta de protetores térmicos

Duas caras, o secador é um dos principais aliados dos cabelos, mas pode se transformar no terror dos fios quando usado sem termoativo. Depois de finalizar o cabelo, antes de usar o secador, sempre proteja o cabelo do calor com algum produto termoativo. Outra dica é procurar óleos e cremes que possuem filtros UV para proteger os fios da ação do sol e do efeito queimado.

5 – Fronhas de algodão

Dormir com fronha de algodão pode criar atrito, dando o famoso e indesejado nó de fada nas pontas dos nossos fios. Evite enrolar o cabelo na toalha ao sair do banho, apenas enxugue. Deste modo, irá evitar o frizz em excesso. As dicas mais usadas pelas crespas experientes é dormir com uma fronha de cetim, ou, a solução mais barata, utilizar uma touca térmica todos os dias ao dormir. Ao mesmo tempo que acaba com o frizz, é possível fazer uma umectação com óleos naturais durante a noite de sono.

6 – Dormir com o cabelo molhado

Jamais durma com o cabelo molhado, porque isso pode enfraquecer a raiz do seu cabelo e provocar caspa, mau cheiro e quebra em excesso, os três pesadelos de toda crespa. Além do frizz irreversível se você não lavar de novo pela manhã. O ideal recomendado por especialistas neste tipo de cabelo é deixá-lo secar naturalmente durante a luz do dia, por isso, os horários mais indicados são pela manhã ou pela tarde.

AfrobelezaCabelosCachosCrespocuidadosdicas