Autocine da UFMS volta neste domingo com longa “Eu e meu guarda-chuva”

Primeira sessão inaugural do retorno do projeto acontece neste domingo (28) de forma gratuita

Após 30 anos da última exibição em 1980, o AutoCine da UFMS retorna à atividade neste domingo (28) com a exibição do longa-metragem “Eu e meu guarda-chuva”. Com entrada gratuita, o projeto retorna com parceria do Governo do Estado, por meio de sua Fundação de Cultura, e a Prefeitura de Campo Grande (Sectur e Sisep).

O Autocine foi criado em 1972 e funcionou durante 17 anos no mesmo local, ao lado do estádio Morenão, Inicialmente pertenceu à Rede Pedutti, responsável por escolher os filmes exibidos e por contratar funcionários, O valor da entrada era revertido para a compra de livros da Biblioteca Central da UFMS.

Para a presidente da Fundação de Cultura de MS, Mara Caseiro, a retomada do Autocine é uma forma de oferecer entretenimento neste momento de pandemia e um resgate de um lugar tão frequentado anteriormente e que faz parte da memória da população.

“Nós estamos buscando formas e maneiras de, neste momento, oferecer algo de bom para as pessoas que ajude a passar esse momento tão difícil. Esse espaço do Autocine foi tão movimentado em épocas anteriores, está na memória de muitas pessoas, e agora, retomamos esse espaço como um resgate das histórias que estão na memória de muitos campo-grandenses e de todos os que passaram por ali e tiveram a oportunidade de assistir a muitos filmes no Autocine”.

Sinopse

O filme conta a história de Eugênio (Lucas Cotrim), um garoto de 11 anos que jamais se separa do guarda chuva herdado de seu avô. No último dia de férias ele e Cebola (Victor Froiman), seu melhor amigo, precisam entrar na sombria casa onde fica sua nova escola. O motivo é para resgatar Frida (Rafaela Victor), a grande paixão de Eugênio, que foi sequestrada pelo fantasma do Barão Von Staffen (Daniel Dantas). O filme foi adaptado do livro de mesmo nome de Branco Mello e Hugo Possolo.

A entrada é franca. Os ingressos são limitados (máximo 70 carros) e podem ser retirados gratuitamente na Praça dos Imigrantes. No dia do evento é preciso chegar com 30 minutos de antecedência.

Agenda CulturalbibliotecaChuvaCinema BrasileiroEscolaEstádio MorenãofériasFilmesGoverno do EstadoImigrantesmara caseiroMato Grosso do Sulmid1Ministério da CulturamorenãoPandemiaPrefeitura de Campo GrandeSecturServidor FantasmaSisepUFMS