Concurso de pintura estimula criatividade em idosos durante pandemia

Iniciativa da Fundação Manoel de Barros integra ações da entidade no período de distanciamento social

Com o propósito de estimular a criatividade, as habilidades artísticas e incentivar que os idosos se mantenham ativos neste período de distanciamento social, a Fundação Manoel de Barros realiza o ´I Concurso de Pintura´. Sendo parte do grupo de risco, os idosos estão confinados em casa 24h. Atividades prazerosas e leves são primordiais para manter a saúde mental dos vovôs e vovós em dia.

Com o tema ´Cor: essência da vida´, o concurso busca por meio da pintura levar os idosos a refletirem sobre a beleza da vida em sua essência. A ação é voltada para os 82 idosos que participam do projeto ´Ativa Idade´ da Fundação. “Criamos o ´I Concurso de Pintura´ para estimular a criatividade dos idosos e seus familiares, incentivando-os a desenvolverem juntos uma atividade prazerosa e alegre”, conta Marcos Henrique Marques, diretor da Fundação Manoel de Barros.

(Divulgação, Fundação Manoel de Barros, Bruno Carvalho)

O concurso conta com o apoio do curso de Psicologia da Uniderp. Para que os idosos possam participar sem sair de casa, a Fundação preparou um kit especial para cada um, composto por uma tela de pintura de 30 por 40 cm e uma caixa de giz de cera. Esse material será entregue na residência de cada participante do projeto pelos colaboradores da entidade, a partir desta quarta-feira (29). Na ação, a equipe seguirá todas as medidas preventivas, utilizando máscaras, luvas, álcool em gel e mantendo a distância necessária dos idosos, sem nenhum contato físico. Os integrantes também irão orientar os idosos e seus familiares sobre o descarte correto das embalagens dos kits, higienização dos materiais e das mãos.

Os participantes terão 15 dias para criar a obra. Além do giz de cera, também poderão ser utilizados outros materiais como tinta, glitter, retalhos, entre outros, a criação é livre. Ao final das duas semanas, a equipe retornará nas residências para buscar as telas, seguindo os mesmos cuidados. Depois, um júri escolherá os três melhores trabalhos que serão premiados com vouchers de empresas parceiras da Fundação.

“Com o concurso desejamos incentivá-los a manter a mente leve, criativa e ativa, estimulando uma atividade em família. Pela tela eles poderão demonstrar os sentimentos, colorir a mente, o olhar, as sensações. Arte é reflexão, é alegria, é vida”, destaca Marcos Henrique.

Atividades a distância

Por meio do Projeto Ativa Idade, a Fundação Manoel de Barros promove a autoconfiança do idoso, para que ele se torne uma pessoa mais participativa na sociedade e, com isso, possa se reinventar, resgatar a autoestima, recuperar o vínculo familiar, fazer novas amizades, desenvolver habilidades, ser mais ativo. O projeto é realizado desde 2013 e atualmente são oferecidas aulas de ginástica, informática, canto, pilates e tai chi chuan, além de rodas de conversa, dinâmicas e oficinas com profissionais de diversas áreas.

Com a pandemia do coronavírus, a entidade suspendeu as atividades presenciais e realizou adaptações para garantir o acesso dos idosos às aulas. “Para dar prosseguimento às nossas ações, começamos a criar maneiras de continuar caminhando ao lado deles, ajudando-os a se manterem ativos especialmente neste momento tão difícil. Assim, nossos professores gravam os vídeos das aulas de ginástica, informática, canto e pilates e, disponibilizam estes materiais diariamente para os participantes, seguindo a sequência das aulas. Continuamos trabalhando pelos nossos idosos e, agora, com ainda mais cuidados, carinho e atenção”, finaliza Marcos Henrique.

Instituída em 1998, a Fundação Manoel de Barros é uma entidade sem fins lucrativos que tem como missão contribuir com a promoção do desenvolvimento social, científico e tecnológico, por intermédio de parcerias, para construção de uma sociedade justa e igualitária. A FMB desenvolve projetos e ações com amor, respeito, ética, comprometimento, perseverança e solidariedade a fim de melhorar a qualidade de vida da sociedade. Mais informações em www.fmb.org.br/ ou pelo telefone (67) 3384-8042.

Artes PlásticasConcurso PúblicoCoronavírusProfessoresSaúde Pública