Restaurante Japonês vira meme por promover suposta festa de swing em plena pandemia

Em plena pandemia de coronavírus, um restaurante Japonês invadiu os perfis de notícias na internet por ter supostamente promovido uma festa de swing, na noite do último sábado (23). A denúncia foi feita pelo perfil @Brasilfedecovid, que expõe festas e aglomerações em todo o país durante a atual crise sanitária. “Restaurante japonês tá diferente”, comentou […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 25/01/2021, às 17h55

-
Estabelecimento de Curitiba chegou a deletar as últimas fotos do Instagram

Em plena pandemia de coronavírus, um restaurante Japonês invadiu os perfis de notícias na internet por ter supostamente promovido uma festa de swing, na noite do último sábado (23). A denúncia foi feita pelo perfil @Brasilfedecovid, que expõe festas e aglomerações em todo o país durante a atual crise sanitária.

“Restaurante japonês tá diferente”, comentou uma internauta no Twitter.

Conforme as imagens divulgadas pela página, os participantes da festa posam em cima das mesas do estabelecimento e algumas mulheres aparecem apenas de calcinha. A situação revoltou clientes que reconheceram o local pelos móveis e questionaram se eles consumiam os sushis nas mesmas mesas que estavam rolando relações sexuais.

“Mas, minha gente, eu frequentava esse restaurante antes da pandemia e amava. Como assim?! Chocada estou”, escreveu outra pessoa na rede social.

“Não sei o que me dói mais, a cafonice dessa suruba hétero ou a falta de respeito de aglomerar em tempos de pandemia!”, twittou mais um internauta.

O perfil Brasil Fede Covid chegou a publicar sobre a suposta festa de swing no Instagram, mas o post foi excluído por conter nudez e atividade sexual. Segundo o portal Meia Hora, no entanto, a publicação continua ativa no Twitter. Os administradores da página marcaram os perfis do prefeito de Curitiba, Rafael Greca, do governador do Paraná, Ratinho Junior, e do Ministério Público do Estado do Paraná (MP-PR).

Procurados pelo noticiário, o restaurante e o governo do Estado do Paraná não se manifestaram até a última atualização desta reportagem.

Na noite deste domingo (24), milhares de pessoas comentaram as publicações do estabelecimento pedindo explicações. Algumas horas depois, as últimas postagens foram apagadas em uma suposta tentativa de abafar o caso.

Governo do Estado Rede Social meme Twitter Curitiba Instagram Ratinho Coronavírus Pandemia Denúncia MP ministério