Nipo-britânico Kazuo Ishiguro vence prêmio Nobel de Literatura

O anúncio foi feito pela Academia Sueca nesta quinta-feira

O nipo-britânico Kazuo Ishiguro é o grande vencedor do Prêmio Nobel de Literatura deste ano. O anúncio foi feito pela Academia Sueca, nesta quinta-feira (5). Os escritor japonês radicado no Reino Unido tem obras como ‘Não Me Abandone Jamais’, de 2005, e ‘O Gigante Enterrado’, de 2015. 
 
Secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius defendeu que Ishiguro tem o mérito de “ter revelado o abismo da nossa ilusória sensação de conforto em relação ao mundo”. 

O escritor – que nasceu em Nagasaki, no Japão, em 1954, mas imigrou para o Reino Unido aos cinco anos – foi agraciado com o Booker Prize em 1989, pela obra ‘Vestígios do Dia’, adaptada ao cinema por James Ivory, com Anthony Hopkins e Emma Thompson. 

Autores como Margaret Atwood, Haruki Murakami, Ngugi wa Thiong`o e António Lobo Antunes eram apontados como possíveis laureados com a honraria. O queniano Ngugi Wa Thiong’o era, no entanto, o grande favorito das bolsas de apostas mundiais. 

É o terceiro Nobel concedido a um japonês. Antes de Ishiguro, foram premiados: Yasunari Kawabata, em 1968, e Kenzaburo Oe, em 1994. O ganhador do 113º Nobel de Literatura, no ano passado, foi o músico Bob Dylan e, antes dele, a  jornalista bielorrusa Svetlana Alexievich. O único Nobel para um autor de língua portuguesa foi concedido, em 1998, a José Saramago.

literaturanobel