Ex-presidente Néstor Kirchner passa bem após operação

O ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner, de 59 anos, marido da atual presidente Cristina Kirchner, passa bem e está fora de perigo após uma cirurgia de emergência para desobstruir uma artéria. As informações são da BBC Brasil.

De acordo com o cardiologista Víctor Caramutti, médico que operou Kirchner na noite de ontem (7), o ex-presidente foi submetido a um procedimento cirúrgico na carótida direita, de onde foi retirada uma placa que a obstruía.

O médico informou que Néstor Kirchner passará 48 horas internado em terapia intensiva, algo considerado comum para uma operação desse tipo. Um comunicado oficial dos médicos da Presidência argentina também confirma que Kirchner passa bem.

A notícia da internação teve forte repercussão no país. No fim da tarde de ontem, um comunicado assinado pelo médico da Presidência, Marcelo Ballesteros, anunciou o ocorrido. Kirchner foi internado em uma clínica na capital argentina, Buenos Aires, após sentir dormência no braço esquerdo, quando estava na residência presidencial de Olivos. A presidente o acompanhou à clínica, onde estiveram também quase todos os ministros de seu governo.

O ex-presidente e atual deputado federal é considerado por diferentes analistas e pela oposição como o político mais influente nas decisões do governo da esposa Cristina Kirchner. Nos últimos dias, ele foi acusado pelo ex-presidente do Banco Central, Martín Redrado, de ter se aproveitado da desvalorização do peso durante a crise internacional em 2008 para adquirir US$ 2 milhões.