Hospital do Câncer deixa de realizar 100 cirurgias por mês

A partir de segunda-feira, o Hospital do Câncer deixa de realizar um total de 100 cirurgias por mês. De acordo com o diretor da instituição, Adalberto Siufi, a unidade de saúde não está conseguindo cobrir as despesas com as cirurgias realizadas pelo Sistema único de Saúde (SUS). A solução para o hospital, que atende 250 pessoas por dia, seria o credenciamento pelo CACON (Centro de Alta Complexidade em Oncologia). “Através da tabela de remuneração conseguiríamos um retorno de 100%”, afirma Siufi.
Ainda segundo o diretor, o Hospital do Câncer cumpre todas as exigências do CACON. Mesmo assim, há mais de cinco anos, as tentativas de credenciamento são negadas.
Apesar do cancelamento das cirurgias, continuam funcionando normalmente pelo SUS os serviços de radioterapia, quimioterapia e mamografia.