DFA: irregularidades nos presídios prejudicaram repasse ao IAGRO

O delegado da DFA/MS, José Antônio Roldão, confirmou agora há pouco que o cancelamento do repasse dos recursos do Ministério ao IAGRO deve-se também aos indícios de irregularidades nas construções e reformas dos presídios provisório da capital e do federal de Dois Irmãos do Buriti.
Conforme matéria publicada pelo Midiamaxnews, o relatório do Tribunal de Contas da União afirma que faltariam R$ 7,2 milhões, dos R$ 9,6 milhões repassados ao Estado para as obras.
Segundo a Secretaria de Justiça e Segurança Pública, o relatório do TCU está defasado e as falhas já foram corrigidas. Roldão reforça a informação da Secretaria e diz que o convênio entre Ministério da Agricultura e IAGRO já está em tramitação.
A outra pendência do Estado junto à União seria com o Ministério da Intergração Nacional.