Casagrande critica contratação de Robinho: ‘Não aceito, não vou me calar’

Ex-jogador comentou a decisão do Santos de contratar o jogador condenado por estupro na Itália

O comentarista de futebol e ex-jogador Walter Casagrande Jr. se revoltou com a contratação de Robinho pelo Santos no último final de semana. Durante o programa Globo Esporte desta sexta-feira (16), ‘Casão’ fez um longo desabafo. As declarações viralizaram nas redes sociais.

“Eu não aceito, eu não vou me calar. Eu sou uma voz, eu sou inquieto e não vou me calar perante esse tipo de coisa. Não estou preocupado com consequências de nada do que eu falo, estou falando fatos. Eu não estou inventando e nem atacando ninguém”.

“Estou assustado com a sociedade brasileira, não é um apedrejamento do Robinho. É um apedrejamento da moral da sociedade brasileira, não se pode inverter os valores. O Robinho está condenado com nove anos de prisão por violência sexual na Itália. Recorreu, mas nesse momento ele é condenado”, acrescentou Casagrande.

https://www.instagram.com/p/CGcbi_YlTdP/

“Eu fico assustado com o que acontece no Brasil. O Brasil solta traficante, o vice-líder do governo é preso com dinheiro na cueca, a Carol Solberg, por se manifestar politicamente, a CBV faz censura, e o Santos contrata um jogador que é condenado por estupro”.

“Acho que a sociedade tem que parar de aceitar sacanagem como qualquer coisa normal. Eu não aceito, me posiciono e não estou preocupado. Eu sou um dos muitos com voz de resistência, e a minha voz de resistência não vai se calar perante um absurdo desse”, finalizou o comentarista.

CBVCensuraesp1EstuproFutebolInstagramitáliaTraficante