Cesta-básica: Procon-MS encontra variação de 43,49% em feijão no interior

Teve variação de até 131% em produto da cesta básica na região da Fronteira

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), divulgou pesquisa de preços da cesta básica das cidades do interior e variação de preço chega a 131% em produto. Foram alvo da pesquisa cidades do Leste, Sudeste e Sul de MS.

Na região Leste, a maior variação encontrada foi no feijão preto tipo 1, com 43,49%. O menor preço encontrado em três cidades, foi de R$ 4,99 em Ivinhema, enquanto o mesmo produto em Novo Horizonte do Sul custa R$ 5,49.

Já na região Sudeste, a maior variação de preço encontrada pelo Procon-MS também foi no feijão preto: 70,59%. O menor preço foi encontrado em estabelecimento de Sidrolândia, com valor de R$ 4,42 e o maior, em Jardim, R$ 7,54. O feijão carioca teve variação de 13,70% na região e preços estão na média de R$ 2,88 o kg.

Na mesma região, o valor do arroz foi encontrado com variação de 12,31%. O valor mais barato foi encontrado na cidade de Sidrolândia, onde o pacote com 5 kg do produto está R$ 11,94. A cidade onde o valor foi mais alto, foi em Porto Murtinho, R$ 13,41.

As cidades da Fronteira o produto com maior variação foi o fermento biológico, embalagem de 100g. O valor mais caro foi encontrado na cidade Ponta Porã, com etiqueta de R$ 2,75, e o mais barato na cidade de Amambai, com valor de R$ 1,19.

Diferente das outras duas regiões, o feijão preto teve variação de 12,99% e os preços nas cidades da região de fronteira estão parecidos, com valores entre R$ 5,31 e R$ 6. O feijão carioca tem variação de preço de 21,12%; o maior valor encontrado foi na cidade de R$ 5,16 em Amambai e o maior, R$ 6,25, em Coronel Sapucaia.

Coronel Sapucaia teve, de 27 itens da cesta básica, 16 produtos mais caros em relação ás cidades vizinhas. Na região Leste, a cidade ‘mais cara’ foi Novo Horizonte do Sul, com 13 itens da cesta mais caro que as demais. Já no Sudeste, Jardim teve, de 27 itens, 9 mais caros que os outros municípios.

As tabelas de preços podem ser acessados em link disponibilizado aqui.

cesta básicaProcon-MS