Cesta básica está 2,3% mais cara em Dourados

A pesquisa foi feita pelo Procon em 12 supermercados do município.

Os gêneros de primeira necessidade estão 2,3% mais caros em Dourados. É o que revela uma pesquisa do Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) divulgada nesta terça-feira (02).

O levantamento foi feito em 12 supermercados do município, com coleta de preços de 29 itens. Conforme os dados, a cesta básica mais barata encontrada, fica no valor de R$ 131,88, sendo a mais cara no valor de R$ 181,85, ou seja, diferença de R$ 49,97 (diferença no valor global dos produtos).

O levantamento do Procon também mostra que é possível notar variação significativa no valor dos produtos de um estabelecimento para o outro. O leite em pó integral (400g) apresenta a mais alta variação de preços (275,44%), com o mais barato encontrado a R$ 3,99 e o mais caro a R$ 14,98.

Já o  extrato de tomate 350 ml teve diferença de 235,29% entre o menor preço (R$1,19) e o maior preço (R$ 3,99). A goiabada 600 gramas teve diferença de 267,44%, com menor preço encontrado a R$ 2,58 e o maior preço a R$ 9,48. Por outro lado,  o macarrão obteve uma diferença de 104,40%, com o menor preço a R$ 1,59 e o maior preço a R$ 3,25.

A cebola contou com variação de 63,40% entre o valor mínimo encontrado (R$ 4,59) e o valor máximo (R$ 7,50). Já a batata contou com variação de 70,28%, entre o valor mínimo encontrado (R$ 3,87) e o valor máximo encontrado (R$6,59).

Em relação aos produtos de limpeza,  sabão em pó kg apresentou diferença de 197,60%, com menor preço a R$ 2,99 e o maior preço a R$ 8,90 e o sabão em barra pacote 5 unidades apresentou uma diferença de 74,94%, com valor mínimo encontrado a R$ 3,99 e valor máximo a R$ 6,98.