Idosa de Rondônia transferida para MS é vítima do coronavírus em Três Lagoas

Faleceu por complicações do coronavírus na tarde deste sábado (27), a paciente idosa de 67 anos que não conseguiu leito de UTI em Porto Velho

Carlos Yukio Publicado em 27/02/2021, às 18h49

- Idosa de Rondônia transferida para MS é vítima do coronavírus em Três Lagoas
Paciente de 67 anos estava internada há 11 dias no Hospital Auxiliadora

Faleceu por complicações do coronavírus na tarde deste sábado (27), 11 dias após ser transferida de Rondônia para o Mato Grosso do Sul, a paciente de 67 anos que não conseguiu leito de UTI em Porto Velho. A informação da morte da idosa foi confirmada pela Prefeitura de Três Lagoas.

A internação em UTI de Três Lagoas aconteceu no dia 16 de fevereiro, por volta das 16h com quadro de febre, dispneia, cefaleia e outros sintomas comuns à doença, ela possuía morbidades como insuficiência venosa periférica e obesidade. A ação foi executada através da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) e SES (Secretaria de Estado de Saúde).

A paciente chegou por transporte aéreo contratado pelo Estado de Rondônia no Aeroporto Municipal “Plínio Alarcon” por volta das 15h20 (horário MS), e foi levada pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Auxiliadora, que possui leitos de UTI Covid-19 públicos à disposição para atendimento da paciente que tem quadro de febre, dispneia, cefaleia e outros sintomas comuns à doença, porém sem morbidades pré-existentes.

Este óbito não é contabilizado no Boletim COVID-19 de Três Lagoas, e sim no de Porto Velho – RO, pois o caso foi tratado no Município, mas a paciente não era residente de Três Lagoas. Campo Grande foi a primeira cidade de MS a receber pacientes de outros estados no Hospital Regional, referência em MS para o tratamento do coronavírus. Ao todo, 13 pacientes de Rondônia foram transferidos para a unidade de saúde.

Mato Grosso do Sul SAMU Idosa UTI obesidade Coronavírus Covid-19 morte Prefeitura de Três Lagoas SES Aeroporto