‘É uma nova vida’: paciente de MS que havia perdido chance se recupera um mês após transplante

Paciente havia perdido primeira chance de transplante em setembro, por falta de aeronave para transporte

Um mês depois de realizar o transplante de rim, Eliete Contini da Silva se recupera em Curitiba (PR). A paciente havia perdido a primeira chance de realizar a cirurgia em setembro do ano passado por conta da falta de uma aeronave, que estava sendo usada pelo Governo do Estado. Ela só conseguiu uma nova oportunidade em dezembro e agora, um mês depois do transplante, conta que sua vida foi transformada. 

“Correu tudo bem, saí bem, estou vivendo bem, é uma nova vida”, comemora Eliete. Ela conta que recebeu alta apenas sete dias depois do transplante e que tem se recuperado muito bem.

Elite só precisa continuar em Curitiba por conta do acompanhamento médico, mas ainda não sabe quando poderá retornar a Campo Grande. “Tenho que fazer o acompanhamento médico, faço exame uma vez por semana”, conta.

Apenas um mês depois do transplante, Eliete conta que já teve uma mudança de vida. Ela espera retomar a rotina assim que estiver de volta a Campo Grande e que seu maior desejo é voltar a trabalhar como cozinheira.

“Mudou tudo, só de saber que não vou precisar fazer diálise pra mim já é tudo”, celebra.

Chance perdida por falta de transporte

Em setembro do ano passado, Eliete perdeu a chance de fazer o transplante por falta de transporte. Ela havia sido convocada para viajar até Curitiba com a informação de que receberia um novo rim.

Ela fez o teste de coronavírus e estava apta para viajar, o deslocamento seria feito por um avião disponibilizado pelo Governo de MS. O transporte aéreo ficaria por conta da Casa Militar de Mato Grosso do Sul, mas pouco tempo antes do embarque, segundo a paciente, ela recebeu uma ligação da Central de Transplantes do Estado informando que a viagem não aconteceria porque a aeronave estaria em uso pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A informação foi, inclusive, confirmada à reportagem pela coordenação da Central de Transplantes do Estado. Após a publicação da matéria, o Governo informou que o governador não estava na aeronave, mas confirmou que o avião estava em missão no Estado de São Paulo para buscar ao Estado teste de coronavírus.

Coronavíruscot1CuritibaGoverno do EstadoMato Grosso do SulMissPSDBReinaldo AzambujaTransplanteViagem