Com morte e afastamento de médicos, unidade do Caiobá tem apenas um profissional na escala

A morte de um médico pela covid-19 e o afastamento de mais dois profissionais por problemas de saúde na Clínica da Família do Portal Caiobá, em Campo Grande, fez com que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) mantivesse apenas um profissional para atender a unidade nos últimos dez dias. Moradora que procura atendimento com o […]

Fábio Oruê Publicado em 03/03/2021, às 18h03

Clínica da Família do Portal Caiobá. (Foto: Leitor, Jornal Midiamax) - Clínica da Família do Portal Caiobá. (Foto: Leitor, Jornal Midiamax)
Sesau alega que unidade não ficou sem médico, mas que somente um profissional estava disponível

A morte de um médico pela covid-19 e o afastamento de mais dois profissionais por problemas de saúde na Clínica da Família do Portal Caiobá, em Campo Grande, fez com que a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) mantivesse apenas um profissional para atender a unidade nos últimos dez dias.

Moradora que procura atendimento com o marido, que se acidentou, chegou a afirmar que em alguns dias há apenas enfermeiros no local para fazer o atendimento e os mesmos não podem dar o encaminhamento necessário para o paciente.

“Ele se acidentou de moto e estamos precisando de atendimento a cada dois dias. Eles mandam a gente ir para a UPA [Unidade de Pronto Atendimento]”, disse ela, explicando que para ir até a UPA precisa desembolsar o valor para usar um motorista de aplicativo. “Mas gastar com isso, se tem uma unidade aqui?”, reclamou.

Outro lado

Procurada, a Sesau confirmou a morte de um dos médicos, em dezembro, e o atestado dos outros dois. Porém, segundo a secretaria, um dos médicos afastados deve retornar na segunda-feira da próxima semana e também um novo profissional irá vai assumir a vaga existente. 
“A previsão é de que o quarto profissional retorne ao posto de trabalho no dia 20 de março, completando assim as quatro equipes da unidade. Cabe esclarecer que em nenhum momento a população ficou desassistida sendo todos os atendimentos previamente agendados realizados e, quando houve necessidade, alguns pacientes foram direcionados para unidades próximas para atendimento imediato”, diz a resposta.
Sesau Motorista de Aplicativo enfermeiros Covid-19 morte