Já em estudo com BCG, MS inicia testes com vacina Coronavac contra Covid-19

Vacinas são testadas em profissionais da saúde que se voluntariaram para os estudos

Os testes para a Vacina Coronavac, uma parceria do laboratório chinês Sinovac e do Instituto Butantan começam nesta segunda-feira (26) em Campo Grande. Os testes serão feitos no Humap (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e voluntários ainda podem se inscrever para participar. Além disso, os testes da Vacina BCG contra o Coronavírus também são realizados na Capital. 

Segundo informações divulgadas pelo HU, serão testados entre 800 e mil profissionais de saúde que trabalham em áreas em que há ou pode haver circulação do Coronavírus. As inscrições ainda estão abertas para os voluntários interessados em participar do estudo. Profissionais da saúde podem entrar em contato pelo e-mail adm.covidcg@gmail.com ou pelo whatsapp (67) 99269-3345. Os testes serão realizados no Hospital Dia do HU, das 17h às 21h. 

Os testes começam nesta segunda-feira (26), com 10 voluntários. Já a partir do segundo dia, serão testados de 24 a 30 profissionais por dia, segundo o Hospital. 

“Metade dos voluntários receberá a CoronaVac e a outra metade placebo, num sistema randomizado (aleatório) de Vacinação”, informou por nota.

Os profissionais receberão duas doses de uma Vacina inativada, ou seja, com o vírus morto. A segunda dose será aplicada com intervalo de duas semanas da data da primeira dose. As pessoas Vacinadas serão acompanhadas por um ano para acompanhamento da segurança e eficácia da Vacina.

Testes com a Vacina BCG

Também nesta segunda-feira (26), foi feito o lançamento dos testes com a Vacina BCG no Hospital Cassems. O coordenador da pesquisa, o infectologista Julio Croda explica que os testes já começaram e há cerca de 50 voluntários inscritos. 

As inscrições continuam abertas, somente profissionais da saúde que ainda não foram infectados pelo Coronavírus podem participar. O pesquisador da Fiocruz afirma que depois da inscrição, a Fundação liga para agendar o teste com o voluntário. “O participante pode fazer a primeira parte online, para ver se não tem nenhum critério de exclusão. Enviados um novo link, com o agendamento para a coleta do sangue e a aplicação da BCG”, diz Croda. Os testes serão realizados em dois locais: na UFMS e no Hospital Cassems.

A BCG é uma velha conhecida do brasileiro, a Vacina é obrigatória para recém-nascidos desde 1976 pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Para os profissionais de saúde que queiram participar do teste, é preciso se inscrever aqui. É importante lembrar que o profissional não pode ter sido infectado pelo Coronavírus.

CassemsCoronavíruscot1fiocruzHospital UniversitárioHumapMato Grosso do SulProfissionais de SaúdeSUSUFMSUniversidadeVacinaVacinaçãoWhatsApp