Com mais de 50 mil casos, MS é o 4º no número de mortes por dengue

Ministério da Saúde lançou campanha para conscientizar população

Os dados da dengue para Mato Grosso do Sul são alarmantes. O boletim mais recente do Ministério da Saúde aponta que o estado é o 4º do país com maior número de mortes para a doença. Foram 39 óbitos confirmados. Assim, MS fica atrás apenas do Paraná (186 mortes), São Paulo (119) e Distrito Federal (44).

Conforme o boletim, o número de casos chegou a 51.571, o 5º maior do país em números absolutos. Se analisada a incidência, que é o número de casos para ada 100 mil habitantes, o número chega a 1.855 casos, ocupando a 2ª posição, atrás apenas do Paraná, com 2.297 casos.

Então, o Ministério da Saúde alertou que dos 528 óbitos registrados até o dia 14 de novembro, 76,8% estavam em quatro estados: Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul.

Ações

Logo, os governos locais e federal estão iniciando campanhas de conscientização à população, uma vez que a maioria dos focos do mosquito transmissor da doença está nas casas.

No sábado (21), agentes contaram com apoio de drones para vistoriar imóveis em busca de focos da dengue. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Nesta terça-feira (24), o Ministério da Saúde lançou a campanha “Combater o mosquito é com você, comigo, com todo mundo”. Na primeira fase, a ação irá alertar sobre a importância do cuidado aos locais que podem acumular água. Já a segunda informa os sintomas e as formas corretas de tratar a dengue, a Zika e a chikungunya.

“O mosquito é um vilão, mas o maior vilão é o cidadão que deixa, por exemplo, a água ficar empoçada. Por isso, essa campanha e o trabalho dos agentes in loco são ferramentas fundamentais para conscientizarmos a população sobre a importância do combate ao mosquito”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.

Em Campo Grande, o dia ‘D’ contou com a participação de mais de 100 profissionais, que percorreram imóveis do bairro Estrela do Sul. A mobilização deve se estender por todas as regiões da cidade.

Chikungunyacot1DengueMato Grosso do SulMinistério da SaúdeZika