Caóticas, rotatórias da Zahran e Joaquim Murtinho serão reformuladas

Alças de acesso e semáforos prometem dar fim a congestionamentos nos locais

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine Lima Bruno, anunciou nesta terça-feira (7), intervenções que deverão solucionar congestionamentos frequentes em rotatórias nas proximidades do Terminal de Transbordo Hércules Maymone.

De acordo com Janine, a rotatória localizada entre as Ruas Ceará e Joaquim Murtinho deverá ser eliminada, dando espaço à alças de acessos e sinalização semafórica. Já a rotatória da Joaquim Murtinho com a Avenida Eduardo Elias Zahran, um pouco mais acima, deverá ser reduzida e, no local, semáforos serão instalados.

O diretor-presidente da Agetran destacou que as reformas custarão cerca de R$ 700 mil dos cofres municipais. Ele não detalhou, no entanto, o custo da implantação de sinalização semafórica no local. “Essa obra vai melhorar o fluxo de veículos além de tornar o trânsito mais seguro naquela região”, apontou.

Esta será a terceira intervenção em rotatórias polêmicas da cidade, que são frequentemente apontadas como pontos de congestionamento no trânsito da Capital. A primeira delas, em entregue em agosto de 2017, ocorreu na rotatória da Avenida Mato Grosso com Via Parque, onde sinalização semafórica foi instalada para dar fim aos frequentes engarrafamentos.

Já a segunda também instalou semáforos na rotatória da Avenida Gury Marques com Interlagos, também conhecida como “Rotatória da Coca-Cola”, em agosto de 2018. A Prefeitura não destacou quando a obra terá início e nem a previsão de duração.

rotatória