Apesar de mais frágeis, bebês têm o menor índice de vacinação contra pólio e sarampo

Crianças menores de um ano são mais vulneráveis às doenças, alerta coordenadora

As crianças com menos de um ano de idade são as mais vulneráveis a doenças e, mesmo assim, foram as menos vacinadas na Campanha de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo. Um levantamento da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) aponta que 76% dos bebês menores de um ano foram vacinados contra o sarampo e, quanto à poliomielite, o índice de vacinação fica em 75%.

Os índices estão abaixo da cobertura da vacinação em Campo Grande, que é de 90%. Segundo a Sesau, de 13.728 crianças com menos de um ano, cerca de 10 mil foram vacinadas contra as duas doenças. Nas demais faixas etárias, de dois, três e quatro anos, a meta de 95% foi atingida ou ultrapassada.

O município ainda não atingiu a meta de vacinação de 95% e a campanha de vacinação foi prorrogada até o domingo (23). Para a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mariah Barros, não vacinar as crianças menores de um ano é motivo de preocupação, já que elas ainda estão com o sistema imunológico em desenvolvimento. “Elas podem apresentar as formas graves das doenças, podendo até causar óbito. Além do mais, estes pequenos começam a ter contato com outras crianças o que favorece o contágio”, alerta.

Campanha de Vacinação

A Campanha foi prorrogada até o domingo (23) para que pais e responsáveis possam levar as crianças, principalmente as menores de um ano, até as salas de vacinação nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família). Ao todo, são 68 salas de vacinação que funcionam de segunda a sexta-feira, no das 7h15 às 11h e das 13h às 16h45.

Para quem não tem tempo de levar as crianças para vacinar durante a semana, há a oportunidade de vacinar no sábado (22) e domingo (23), nos CRSs (Centros Regionais de Saúde) Nova Bahia, Tiradentes, Aero Rancho e Coophavila. As salas de vacinação funcionam das 6h15 às 17h45, com intervalo para o almoço.
No interior, a campanha de vacinação foi prorrogada em algumas cidades.

Campanha de vacinaçãopoliomielitesarampo