Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Bastidores

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Articulistas






Blogs
 Alex Fraga

 Ana Cavalheiro

 Cozinha de Raízes

 Eugênia Amaral

 Falo Blogo Escrevo

 Festas e Eventos

 João Campos Online

 Papo de Pregão
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Rapaz se arrumava para levar ovo de Páscoa a filho quando efetuou o disparo acidental

02 Mãe vai buscar filha em festa e dono do local tenta enforcá-la após briga

03 Mulher, criança e idosa ficam feridas após capotamento na BR-163 em Campo Grande

04 Ladrões invadem residência, furtam objetos e ainda comem ovo de páscoa

05 Motorista de Fox assalta mulher que passeava com cachorro em Campo Grande

Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

14/11/2009 08:43

Sargento e tenente do Exército são flagrados nus, fazendo sexo fora do carro em Miranda

Aumentar texto Diminuir texto

João Prestes

Um sargento de 20 anos de idade e uma tenente de 28 anos, ambos do Exército Brasileiro, cujos nomes serão preservados (as iniciais são P.B.G, dela, e J.C.A da S, dele), foram flagrados em situação constrangedora na noite desta sexta-feira por uma equipe da Polícia Militar de Miranda. Eles estavam totalmente nus, em pleno ato sexual, no lado de fora do carro, próximo da Usina Velha de Miranda.

Eram 22h46 da noite da sexta-feira 13, os soldados da Polícia Militar Rubens Ney B. Santana, Elisângela A. Fernandes e Valdeci Alexandre da Silva faziam ronda pela cidade de Miranda. Decidiram passar pelas imediações da BR-262, enveredaram por uma estrada pouco freqüentada que leva até a Usina Velha, mormente transformada em ponto de encontros fortuitos. E acabaram fazendo um flagrante de peso: um sargento e uma tenente do Exército Brasileiro em pleno ato sexual, completamente nus, e do lado de fora do carro.

Para apimentar a relação, aparece um cão da raça Bull terrier na história. O cachorro saltou de dentro do veículo e avançou contra os policiais, na defesa do momento especial em que vivia seu dono. Ante a ameaça canina os policiais recuaram, ordenaram ao rapaz (até então não sabiam que se tratava de uma autoridade das Forças Armadas) que contivesse o cão, mas ele teria se mostrado “indiferente”.

Foi nesse momento que o rapaz decidiu revelar sua patente e também da companheira: sargento e tenente. Os policiais confirmaram a informação mais tarde, na delegacia. Mesmo assim, o casal não podia se expor daquela maneira, explicaram os policiais. Praticar sexo em local aberto é considerado ato obsceno. O casal deveria apresentar os documentos e acompanhar os policiais até a delegacia.

A reação do sargento teria sido de raivosa indignação. Desacatou os policiais, disse que um sargento e uma tenente do Exército não iriam apresentar documentos a “policiais de merda”. Esses termos foram relatados pelos PMs e consta no boletim lavrado em seguida aos fatos. Na discussão o sargento teria tentado tomar a arma do policial Barros.

Apesar da resistência, e após contido o Bull terrier e também depois que o sargento e a tenente vestiram as roupas, foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil para confecção do BO. Já não era mais sexta-feira 13, começava o sábado quando o escrivão concluiu a história. O sargento foi enquadrado por desacato, resistência e desobediência, e ambos por atos obscenos. Assinaram um Termo se comprometendo a comparecer à delegacia para responder ao processo, e foram liberados.

Comentários (25)

20/11/2009 23:41
Wellington
Os policiais deveriam se preocupar com a bandidAgem e não com pessoas que praticam sexo!!!

19/11/2009 00:15
nao interessar
como isso foi parar na midia tao rapido ?
o exercito e as forças municipais digamos pm, policia civil, prf, todos nos nao trabalhamos para o nosso Brasil pra que colocar uma situaçao dessas na midia ? estamos todos por uma mesma causa, temos que ser amigos.
isso nao passa de atitude de militares querendo mostrar serviço ou chegar em casa ou na roda de amigos e falar, eu que fiz esse BO eu que peuguei eles no ato de sexo e por ai vai, resumindo so para contar vantagem. temos que preocupar com um bandido matando um inocente e por ai vai, vamos trabalhar melhor, nos msm estragamos nosso Brasil nao adianta colocar culpa no governo, temos que nos policiar melhor, temos que ter nossos ideais, vamos melhorar nosso Brasil isso ai so vai ajudar a fazer pessoas que nao tem opiniao formada se voltar contra as proprias forças no Brasil . ;x

14/11/2009 16:19
anonimo
que vergonha hein!! ao nosso exercito brasileiro, coitada das mulheres destes caras...
chifre doiii... e outra não deveria ter mulher no exercito pois elas são a flor da pele no meio de tanto machooo... acabam passando em mão em mão.. Q vergonha!!!

14/11/2009 15:58
EJDO
"carteirada" nunca existiu... sou sargento do exército e a minha principal obrigação é fazer cumprir a lei, começando por cumpri-la... esse "moleke" q agiu dessa forma perante autoridade militar naum merece fazer uso da farda... certamente as providências serão tomadas... conheço bem o exército e sei q naum será permitido q se manche sua honra por atos de molecagem como esse...

14/11/2009 14:50
junior
PARABENS A PM PELO TRABALHO ABSOLUTAMENTE DENTRO DA LEI! COM A PALAVRA O EXERCITO BRASILEIRO...

14/11/2009 14:14
Shirley
Condordo plenamente com o Justiniano, tem toda a razão, mais infelizmente são poucas as pessoas que pensam com nós...

Próximo 
07h55
Ex agride mulher de programa por voltar para boate após término de relacionamento
07h43
Homem é assassinado em Coxim respondia por estupro na Justiça
07h38
Jovem é atacado por ex-presidiário a machadadas no interior de MS
Entrevista
Tráfico humano: MS tem 'tabela de preços' para mulheres de acordo com a cor, diz especialista
Charge do dia
Charge