Você está aqui

Vídeo do 'Fantasma do IML de Cuiabá' é desmascarado: fio de nylon e criatividade

Quadro do Fantástico foi até escola paranaense onde vídeo foi gravado

Sensação da última semana, o vídeo do suposto fantasma que assombra um corredor no IML (Instituto Médico Legal) de Cuiabá foi finalmente explicado: trata-se de uma brincadeira envolvendo fios de nylon e criatividade, conforme apontou o quadro Detetive Virtual, do programa Fantástico deste domingo (19).

De acordo com a reportagem, um perito especializado em investigar fenômenos sobrenaturais identificou vestígios de fio de nylon na tampa da caixa hidráulica que bate sem parar no vídeo. Já a explicação dada para as luzes que piscavam incessantemente foi que os autores da brincadeira usavam os próprios dedos no interruptor.

Outro mistério desvendado, embora já fosse de conhecimento de muitos, é que o local da suposta manifestação paranormal não era o IML de Cuiabá, mas o Centro de Atenção Integral a Criança e ao Adolescente (CAIC) do bairro Califórnia, em Araucária, no Paraná, que está desativado.

O quadro também trouxe a informação de que a Secretaria Municipal de Segurança Pública de Araucária vai abrir uma sindicância para tentar identificar os autores e ver se os agentes patrimoniais que cuidavam do local na noite em que o vídeo foi gravado estavam, na verdade, brincando em serviço.

 

 

 

Tópicos