Você está aqui

A uma semana do início dos jogos, entidades dão dicas a turistas que vão viajar pelo país

Chegar antecipado para embarque

Para diminuir as filas e dar dicas aos turistas na hora do passeio, a Abradecont (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor e do Trabalhador) e a Serasa Experian divulgaram um Guia dos Jogos Olímpicos para a defesa dos direitos dos consumidores. O alerta chega às vésperas das Olimpíadas, que acontecem no Rio de Janeiro, de 3 a 21 de agosto.

Uma das principais dicas é chegar com antecedência aos aeroportos para diminuir as filas e a correria na hora do embarque. O consumidor precisa também, segundo as entidades, guardar os comprovantes que foi ao aeroporto, como de táxi, para mostrar que se se apresentou dentro do tempo sugerido pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

No dia 18 começaram a valer procedimentos mais rigorosos de inspeção nos aeroportos. Os passageiros estão agora sujeitos a passagem pelo pórtico; revista física (ou passagem pelo escâner corporal); retirada de notebook da bagagem de mão; revista de bagagem de mão pelo equipamento de raios X e a abertura de bagagem de mão para inspeção.

O guia ainda disponibiliza normas constantes no Código de Defesa do Consumidor, no Estatuto do Torcedor, na Lei Olímpica e no Estatuto do Idoso, como nas reservas de assentos nos locais de competição.

Quanto as hospedagens, as entidades alertam para: a) ofertas muito tentadoras que indicam vantagens excessivas; b) preços oferecidos abaixo dos praticados no mercado; c) cláusulas contratuais e os tipos de taxas que serão cobradas.

Os turistas precisam ainda ficar atentos as condições de higiene de restaurantes, lanchonetes, cafés e bares, principalmente das mesas, balcões, e dos uniformes e aventais dos funcionários.

Tópicos