Você está aqui

Representando o Brasil, Pantanal concorre a dois prêmios internacionais de turismo

Refúgio Ecológico Caiman concorre com Inglaterra e Indonésia

  • Refúgio Ecológico Caiman representa o país no prêmio (divulgação)
  • Refúgio concorre com Inglaterra e Indonésia (Helder Brandão)

O Complexo Ecológico do Pantanal representa o Brasil em uma premiação internacional do turismo sustentável. O pantanal está entre os finalistas do prêmio WTTC Tourism for Tomorrow, da organização World Travel & Tourism Council (WTTC), que premia entidades e estabelecimentos que adotam as melhores práticas ambientais.

Quem representa o Brasil na categoria "Prêmio de Meio Ambiente", é o Refúgio Ecológico Caiman, localizado no pantanal sul-mato-grossense, em Miranda - 203 km de Campo Grande. O refúgio, uma fazenda de mais de 53 mil hectares, concorre com dois estabelecimentos: a Biosphere Expeditions, da Inglaterra e a Misool, da Indonésia.

"Considerado um dos maiores prêmios de turismo responsável do setor, a homenagem é organizada anualmente pelo WTTC. Os vencedores serão anunciados no final de abril, durante a celebração da cúpula anual que o WTTC realizará em Bangkok, entre os dias 26 e 27 do mesmo mês", anuncia o Ministério do Turismo.

Vinicius Lummertz, presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), declarou ao ministério que a indicação "confirma que o Brasil está em consonância com as ações sustentáveis adotadas por grandes empresas mundiais".

“O Instituto apoia e reconhece a importância do prêmio. Além de minimizar impactos negativos ambientais e socioculturais, o consumo responsável dos serviços turísticos também promove benefícios econômicos para as comunidades locais e no entorno dos destinos, como é o caso do Refúgio Ecológico Caiman”, declarou.

Mato Grosso do Sul já representou o prêmio. Em 2014, Bonito foi finalista da categoria Prêmio de Destino e ficou em segundo lugar, atrás atrás da Costa Navarino, na Grécia.

"A WTTC é comprometida a promover a sustentabilidade na indústria de viagem e turismo desde que foi estabelecida, há 20 anos. Garantir o crescimento sustentável da nossa indústria a longo prazo é provavelmente o maior desafio que encaramos. O prêmio visa reconhecer as melhores práticas de turismo sustentável junto com a indústria global, baseado nos princípios de operações sustentáveis, suporte e proteção da herança cultural e natural e benefícios ao bem estar social e econômico das pessoas locais dos destinos de viagens ao redor do mundo", explica a organização.

WTTC

O WTTC, Conselho Mundial de Viagens e Turismo, é um fórum mundial que representa o setor de indústrias ligadas ao ramo. Surgiu já na década de 1980, e é fundamentado em três bases: "Liberdade para Viajar", "Políticas para o crescimento" e "Turismo para o amanhã".

A última delas motiva o prêmio, que acredita em um turismo que fomente práticas sustentáveis a longo prazo, com 'olhos voltados' para o futuro.

"O turismo para o amanhã tem sido uma grande responsabilidade para salvaguardar o meio ambiente e garantir que o crescimento do nosso setor seja realizado de forma responsável, encontrando o equilíbrio entre as pessoas, o planeta e o lucro", afirma a entidade.

Tópicos