Você está aqui

Projetos colocam MS no Mapa de Sustentabilidade do Ministério do Turismo

Práticas inovadoras destacam Estado no setor

Gruta do Lago Azul de Bonito (Bolivar Porto)

 

O Mapa do Turismo, que reconhece boas práticas do setor, contém quatro projetos de Mato Grosso do Sul. O mapa, desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com a Associação Braztoa, é uma fonte de consulta para o turista que busca viajar com responsabilidade.

O sistema interativo foi apresentado pelo MTur na última sexta-feira (19) para três grandes entidades do setor turístico – CLIA Abrema (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos), ABAV (Agência Brasileira de Agências de Viagem) e Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo).

A ferramenta permite que o interessado navegue em um mapa georreferenciado onde pode encontrar informações sobre as 56 iniciativas premiadas no país, que estão disponíveis em inglês, espanhol e português.'

As informações são divididas em quatro categorias – econômica, meios de hospedagem, parcerias institucionais e sustentabilidade em turismo.  Ao clicar na iniciativa premiada, é possível ver o ano do prêmio, a categoria a qual pertence e a descrição das iniciativas, além dos contatos do empreendimento.

MS no mapa

Entre 2012 e 2015, quatro empreendimentos de Mato Grosso do Sul receberam o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade.

Foram dois projetos do Recanto Ecológico Rio da Prata (O Modelo de Ecoturismo Sustentável do Recanto Ecológico Rio Da Prata, em 2012 e Na Trilha da Sustentabilidade: Como a Gestão com Práticas Inovadoras Vem Contribuindo para o Desenvolvimento Socioeconômico e Para a Conservação Ambiental na Serra da Bodoquena/MS – A Trajetória do Recanto Ecológico do Rio da Prata, em 2013), um projeto da Casa de Vidro (Vidro Não é Lixo, em 2015) todos da região turísticas Bonito – Serra da Bodoquena, e um prêmio do Instituto Mamede (Cicloturismo Socioambiental e Bike Birding, em 2015), da região Caminho dos Ipês. O Prêmio Braztoa de Sustentabilidade tem a chancela da Organização Mundial de Turismo.

Tópicos